[FP] Elliott V. Vinchestein;

Ir em baixo

[FP] Elliott V. Vinchestein;

Mensagem por Elliott V. Vinchestein em Ter Jul 08, 2014 7:41 pm



Elliott Van Vinchestein;
E que a força esteja com você, padawan.
Personalidade
Elli é um cara bastante centrado e adora conversar, raramente fugindo de assuntos ou derivados.
É um viciado em HQs e tudo o que podemos relacionar ao universo “Nerd”. Tem diversos pôsteres da franquia de Star Wars e Star Trek, também tem pelúcias do Mestre Yoda e um capacete do Darth Vader que para nada serve exceto enfeite.
Contudo, esse jeito nerd do garoto não o impede de festejar e algumas vezes sair para beber, até porque Elli orgulha de dizer que seu jeito “meigo e carismático” já lhe rendeu ótimas noites com garotas. E isso desde seus quinze anos, quando ainda era preciso sair escondido de seus pais.
Sobre hobbies, Elli adora comer e cantar. Oh sim, ele tem uma boa voz sem contar que é habilidoso com violão e piano. O instrumento de cordas ele aprendeu a tocar sem que precisasse de aulas; diferente do piano, quando precisou apenas complementar alguns fundamentos do mesmo e então nunca mais precisou sequer olhar em tutoriais de como aprender a tocar um piano perfeitamente.
Musicalmente tem a influência de banda como Beatles, Queen, um pouco de jazz e blues.

Elli não é alguém que vá à todas as festas, até porque nem todas as festas conseguem ser excepcionais – ou divertidas – ao gosto do garoto, mas não vê problemas em ir em outras e tudo o mais.
Gosta de levar seu violão, por motivos que muitas vezes pode acabar não fazendo amizade e por isso se isola de outras, com alguma garrafa de bebida próxima dos pés e tudo o mais.
Não usa qualquer tipo de droga, mas adora beber em festas. Não para ficar bêbado ao nível de fazer coisas loucas, mas para esquentar ou divertir.
Galês
20 anos;
Nerds & Artistas
Elli (Lê-se "Ellái)
Heterossexual
By:Niza

História
Para entender como Elliot tem a aparência, nasceu em Galês e atualmente mora em Bristol, precisaríamos pegar um GPS por sua história e fazer uma pequena viagem à Coreia, ao País de Galês e finalmente chegar à Inglaterra.
Sua arvore genealógica é toda fundamentada e com raízes sul-coreanas, contudo, ao fim da década de 80 e início dos anos 90, alguns membros da família Kim decidiram sair da Coreia e buscar novos ares; acabaram na Europa e vieram parar em Galês, onde então se estabelecem até agora.
Mas um dos membros da família, Kim SunHee, decidiu ir mais além. Galês era pequeno demais para ele e decidiu ir para a Inglaterra, onde conseguiria mais chances de crescer.
Lá SunHee conheceu Lorena Van Vinchestein, uma holandesa que fazia intercambio e após alguns meses de encontros e derivados, acabaram ficando juntos. Um ano após o namoro Lorena engravidou e junto de SunHee voltaram para Galês, avisando a família que ali teriam seu respectivo filho, mas logo deixariam o país e voltariam para a Inglaterra; o filho precisava de um lugar digno de um bom crescimento.
Nove meses depois Elliot nasceu em Galês e foi-lhe adotado apenas o nome da mãe. Segundo Lorena – com consentimento de SunHee – o nome coreano não combinava com o nome ocidental do garoto.

Elliot nunca foi um garoto problemático ao sentido de que jamais foi suspenso de escola ou envolveu-se em lugares públicos com suspeitas de estar usando drogas ou derivados, o que alguns anos para cá era algo bem visível. Em verdade a única vez que SunHee e Lorena precisaram ser chamados no colégio, na cidade de Bristol, devido à uma reclamação de Elli, foi porque o garoto quebrou uma cadeira nas costas de um “coleguinha”, qual havia zombado e rasgado seu caderno todo redesenhado com personagens de Star Wars.
Outro problema sempre foi sua aparência asiática, franzina e meio “afeminada”, por isso Elli cresceu um pouco quieto em seu quarto, com instrumentos e músicas que lhe fizessem bem.
Mas essas coisas mudaram aos quinze anos, quando entrou no Colegial. Como uma festa para os Calouros, Elliot teve de comparecer.  
Sem conhecer ninguém e sem o violão, sentiu-se perdido. Até lhe oferecerem todos os tipos de bebidas e derivados. Sua mente ficou tão conturbada e louca que perdeu qualquer ideia do que fazia; soube lá como foi acordar noutro dia com uma garota ao seu lado, ambos nus e com o par de sapatos dentro do vaso.
Depois de tal dia ele passou a ser alguém menos calado e a interagir mais com as pessoas ao seu redor e no colégio, contudo, ainda faz tudo às escondidas de seus pais.
Festas e bebidas são mais recentes para Elliot, e consegue esconder tudo perfeitamente sobre a expressão fofa e o jeito quieto de fazer as coisas, deixando o bom lado para seus pais e as perversidades para as pessoas que o conhecem em festas.
avatar
Elliott V. Vinchestein
Nerds
Nerds

Mensagens : 6
Data de inscrição : 08/07/2014
Idade : 24
Localização : Qualquer lugar parece melhor que aqui.

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Elliott V. Vinchestein;

Mensagem por Timothy D. Keynes em Ter Jul 08, 2014 10:40 pm

Aprovado
O lobo em pele de cordeiro? Mas se eu não soubesse do quanto você apronta em festas, sem dúvidas também acreditaria que é um filho exepcional e bonzinho. Esse rosto é muito fofo, Leliot *-*
Bem vindo <3
avatar
Timothy D. Keynes
LGBT
LGBT

Mensagens : 22
Data de inscrição : 06/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum